Partilhar:

A luz indirecta impõe-se na decoração de jardins e piscinas

As luminárias com sensores e de carga solar são a chave para as zonas de passagem como o acesso à sua habitação ou garagem

A iluminação exterior  converteu-se numa peça chave na decoração de jardins e piscinas. Iluminar o máximo de espaço com uma única  lâmpada já passou à história, para dar lugar a uma tendência muito mais ténue que permite ressaltar o encanto tanto da vegetação como da arquitectura. A luz indirecta também se impõe na decoração dos espaços exteriores.

 

A tendência actual é combinar distintas luminárias que criam um espaço genuíno e diferente onde o jogo de luzes e sombras ressalte volumes e crie distintos ambientes. Assim a instalação de apliques de parede combina-se com luminárias de solo, de escadas, de varandas e de jardím. Esta iluminação indirecta repartida de forma estratégica ressaltará o desenho da casa ou edificio e do próprio jardím, já que destacará  aqueles elementos decorativos onde incida a luz. 

 

“O sector evoluíu muito durante os últimos anos na iluminação exterior. Passámos dos tradicionais projectores para uma ampla gama de luminárias que cobrem distintas necessidades sem deixar de lado a estética e a decoração. O mercado conta com soluções eficientes para iluminar fachadas, muros e zonas de passagem”, assegura Sara Esteban, Responsável de Produto da Prilux.

 

Nas zonas de passagem, como acessos à habitação, entrada da garagem ou escadas, impõem-se as luminárias com sensores de presença que asseguram o acendimento únicamente quando é necessário conseguindo assim uma notável poupança energética, um exemplo sería os novos plafonieres ou apliques Masne ou Masne Sensor da Prilux. Ao estar instalado no exterior, nos jardins também podemos benificiar das luminárias de carga solar que poupam energía. Apliques como Summet da Prilux incluem um sensor de presença e luminosidade para iluminar únicamente em caso de necessidade.

 

Nos jardins onde está centrada uma piscina, a iluminação também deve centralizar-se neste elemento. A iluminação do rebordo é aconselhável quando se queira destacar a forma da piscina caso se trate de um elemento diferente e original. Por outro lado  para formas mais clássicas, a tendência é optar por uma iluminação mais baixa quase no fundo da mesma. Também a luz pode destacar elementos decorativos na agua como umas escadas, um desenho interior ou uma fonte. Luminárias submersíveis como Aqua Avant ABS e Hydra Avant da Prilux podem criar uma iluminação que se destaque do resto o jardím e faça com a piscina impressione com as suas versões RGB convertendo-se no centro do espaço.

As luminárias desenhadas para instalar-se ao ar livre estão fabricadas pensando na segurança, por isso é normal que estejam protegidas contra agentes externos como a humidade, o pó, o vento…